domingo, 5 de julho de 2020

Botando a cabeça pra "funcionar"!



 Jacaré não suporta mais em quarentena ficar.
Então, resolveu "flexibilizar"
Se esta moda "pegar"
Muitas pessoas ele vai apavorar.

Esta é a minha participação no
Botando a Cabeça Prá Funcionar da Chica, AQUI

sábado, 4 de julho de 2020

Desafio Mensal de Marta Vinhais




Tomara eu que o Mundo
fosse tão simples...
Como escrever um poema
com as gotas de chuva... (Marta Vinhais)
Desafio:

A partir deste pequeno poema, escrevam sobre a simplicidade das coisas, dos momentos

Já sabem as regras; boa sorte.....

Simplicidade, para mim, é:
Ter uma casa que possa chamar de lar.
Alimento na mesa.
 Cobertor quentinho para me agasalhar.
Família unida para abraçar.
Com ela, sempre, poder contar.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Histórias Em 77 Palavras.


Desafio nº 212

Voltemos aos livros.

Hoje, deixo-vos uma frase que terá de aparecer no início ou no fim do texto:

(Contos de Cães e Maus Lobos, Valter Hugo Mãe)

Era um sábado.
A tarde estava chuvosa quando ela resolveu ir ao Shopping.
Precisava, urgentemente, sair de casa e se distrair um pouco.
Encontrou a filhota por lá.

Mãe e filha eram muito unidas e a tarde prometia ser divertida.
Tinham combinado fazer um lanchinho na confeitaria favorita.

Após o lanche resolveram visitar uma loja, recém aberta, no piso inferior.
Ao descer, um descuido, ela tropeçou.
Rolou escada...
Não sofreu nenhum arranhão.
" Um Milagre guardado na esperança."





sexta-feira, 26 de junho de 2020

Botando a cabeça pra "funcionar"



Restam apenas doces recordações daquele casarão.
De uma época que não volta mais.
Como é gostoso lembrar daqueles anos da minha infância.
Alí era feliz e não sabia.

Esta é a minha participação no
Botando a Cabeça Prá Funcionar da Chica, AQUI


sábado, 20 de junho de 2020

Histórias Em 77 Palavras.


Desafio nº 211


Se pensarem na primeira transmissão telefónica entre quatro telefones, que aconteceu há 143 anos, que texto, de 77 palavras, conseguem escrever?

Trim, Trim, Trim, campainha toca.
Pombinha corre até a porta.
Ningúem aparece...
e
Novamente ela ouve
Trim, Trim, Trim.
Finalmente percebe o toque do telefone na mesa de canto.
-Alô!
Do outro lado da linha, uma voz metálica pergunta:
-Quem fala???
-Aqui é a Pombinha.
- Pardal pergunta:
-Aí é a Andorinha???
-É engano.
-Aqui não tem nehuma Andorinha.

Clic e o telefone desliga.
Trim, trim e
Pombinha atende
- Quem fala??
Aqui é a Águia
 Andorinha me ligou????





segunda-feira, 15 de junho de 2020

Botando a cabeça pra "funcionar"!



Enquanto descanso, me ponho a pensar.
Tantas palavras tolas para minimizar.
Terrível doença, capaz de vidas ceifar.
Atitudes levianas levam vírus a triunfar.

Esta é a minha participação no
Botando a Cabeça Prá Funcionar da Chica, AQUI



quarta-feira, 10 de junho de 2020

Histórias Em 77 Palavras.


Desafio nº 210

Dia 10 de junho, lembrei-me do Cabo das Tormentas.
De associação em associação, encontrei a ideia. Qual é então o desafio?
Usem, dentro do texto, o máximo de vezes a palavra cabo.

Josefina era casada com cabo Praxedes.
Tempos de quarentena Josefina se arriscava na cozinha apesar da pouca prática.
Cabo Praxedes alertava:
Quando usar a faca tenha  cuidado.
 Se a pegar pelo cabo usará a seu favor se a pegar pela lâmina se cortará.
 Prepararia uma feijoada  teria que dar cabo da couve e a picar fininha.
Almoço pronto.
Cabo desapareceu.
Chegou, cambaleando, levou com o cabo da vassoura na cabeça.
Josefina deu cabo da feijoada.
Ficou enjoada.